NEM ELE NEM ELA | CEMFREIO POR APOLINÁRIO

A CemFreio preza pela dialética do corpo, desvencilhando a ideia comum de roupa feminina e masculina, prezando o corpo pela forma. Uma das inspirações está nos moradores de rua, onde a necessidade de vestimenta desfaz essa ideia de roupas para estética. Nesta coleção reforçamos a ideia de street style, com modelagens e cartela de tecidos mais ampla, nos aproximando ainda mais da rua. Optamos pelo uso de tecidos naturais. O moletom, jeans e malha são tecidos que todos, em algum momento da vida, já usaram e essa lembrança traz a ideia de afetividade e sensibilidade, aproximando mais as pessoas das roupas. Como parte da identidade da marca, manteremos a patina em algumas peças e frases que fazem parte das vivências da marca através de bordados. Usaremos argolas de ferro, faixas e cadarços nas peças, afastando os fechos comuns e trazendo mais versatilidade”, diz o estilista Apolinário sobre a coleção apresentada nessa sexta-feira na Casa de Criadores. Em parceria com Alexandre Pavão, a coleção conta com a modular bag (mochila/pochete/bolsa lateral), reforçando a rede de parcerias da CemFreio. “Contamos também com o apoio da PUMA nos calçados”, explica o estilista, que é formado em Marketing e foi visual merchandising na Hering durante 4 anos, fotográfo na I Hate Flash, modelo, DJ e hoje é diretor criativo da CemFreio. A rapper Lay se apresentou na passarela abordando a questão da mulher e seu corpo na sociedade.

Via Casa de Criadores